Skip to main content

Masturbação feminina: tabu

 

Você já parou pra pensar no motivo da masturbação feminina ainda ser um tabu? Se o leitor for um homem, provavelmente não! Mas se você for uma mulher certamente já pensou nessa resposta diversas vezes.

 

 

Como é difícil assistir a uma novela ou a um filme em que as relações sexuais não sejam a dois e, em sua maioria, heterossexuais. Raramente assistimos a algum tipo de entretenimento em que os  personagens sejam mostrados na sua intimidade, se masturbando. Como é o caso do filme Cisne Negro, estrelado brilhantemente pela atriz Natalie Portman. Deixamos os pornôs de lado, porque é óbvio que masturbação é natural na indústria pornográfica.

 

 

Nada é por acaso, com a masturbação não é diferente. Se pegarmos sua história podemos identificar as raízes nesse tabu patriarcal. Se na Antiguidade a masturbação era aceita como uma forma de se obter prazer, para aqueles que eram cristãos qualquer prática que não resultasse na procriação era extremamente repugnante e condenável, além de sujeita a diversos tipos de punições.

Nos séculos XVIII e XIX a masturbação era considerada uma doença gravíssima e poderia causar a morte de pessoas, principalmente jovens, se não fosse contida. Não, você não leu errado e a gente comprova com esse registro cômico/trágico na literatura: “Esse hábito funesto (o da masturbação) faz morrer mais jovens do que todas as doenças juntas.” – Dr. Tissot, 1830. Se você se interessar mais por esses relatos na literatura, vale a pena conferir esse link: a masturbação no século XIX.

 

 

Atualmente ainda existem muitas mulheres que se sentem culpadas em se masturbar ou, até mesmo, tocar na palavra masturbação. Mas não deveriam elas se libertar dessas amarras de séculos atrás e viver sem culpa? Todos nós temos sexualidade, isso é um fato. E por que, então, calar a nossa com uma voz que nem pertence mais a esse século? Nosso maior prazer não deve ser controlar os outros, mas nos libertar de nós mesmos!

 

Antes de se libertar

Depois de se libertar

Viva a masturbação, se toque, se ame, se permita, viva!

Acesse o nosso site e confira nossos produtos: www.segredoerotico.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/segredoerotico/www/blog/wp-includes/functions.php on line 4344

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/segredoerotico/www/blog/wp-includes/functions.php on line 4344