Skip to main content

Sexo tântrico: você experimentaria?

Já ouviu falar em sexo tântrico? Essa nova maneira de se relacionar com o outro e com a própria sexualidade tem despertado a curiosidade e o interesse de muitos. Mas afinal de contas quais são os princípios do sexo tântrico e como praticá-lo?

Pra falar dos princípios tântricos precisamos falar sobre o hinduísmo. Para os hinduístas o sexo está muito ligado à energia e é uma forma de crescimento e desfrutamento de si, do outro e do universo. Algumas pessoas acham maluquice, outras ficam encantadas.

Segundo o sexo tântrico há uma troca de energia durante o sexo, que para o Tantra não é simplesmente alcançar o orgasmo e sim uma forma de prazer suprema e prolongada. De que forma? O homem tem uma descarga grande de energia quando alcança um orgasmo e a parceira, ao ter vários orgasmos, nutre e recarrega a energia do parceiro.

Pois é, o sexo tântrico tem inspirado muitos casais (jovens, adultos e de meia idade). Principalmente porque sua prática pode ser feita por qualquer pessoa que queira alcançar esse tão almejado orgasmo prolongado (e quem não quer?). Além disso, o sexo tântrico é um jeitinho bem interessante de despertar prazer e intensificar a experiência sexual sem gozar nos 15 minutos do primeiro tempo.

Tá achando que é só acender uma vela e começar? Pode separar os cálices de vinho e acender as velas se quiser, claro, porque você precisa se abrir pra sensibilidade. Mas antes você e o seu parceiro precisam conhecer os princípios do sexo tântrico: consagração, transfiguração, brahmacharya e sublimação.

A consagração é a largada dessa jornada sexual e por ter um sentido espiritual, você pode oferecer a experiência ao amor ou qualquer outra “divindade” que quiser. A transfiguração é um momento íntimo que se baseia na troca de olhares e de carinhos, é o momento perfeito pra reconhecer que o outro é muito mais do que um corpo.  O brahmacharya é o momento de contenção sexual, ou seja, o momento de controlar a sua mente para não chegar lá. A mulher se controla pra não ter um orgasmo clitoriano e o homem pra não gozar. Essa é a parte mais desafiadora da prática, principalmente para os homens que sempre têm pressa (paciência, lindos!) Por fim, a sublimação. Esse é o momento de elevação da energia sexual, atingindo outros níveis de consciência e equilibrando energeticamente seu corpo e o do parceiro.

O sexo tântrico é perfeito para os casais que estão juntos há algum tempo e que tem mais intimidade, porque é uma forma de conhecer lugares, prazeres e sensações sem pressa, com paciência e, é claro, desejo e amor. E aí, você experimentaria?
Dicionário da Segredo
*Tantra – do sânscrito, quer dizer tecido. Na língua ocidental recebeu o significado de
doutrina no sentido que se entrelaça a uma série de ensinamentos, práticas sexuais e
espirituais.

Confira mais produtos pra esse momento: www.segredoerotico.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/segredoerotico/www/blog/wp-includes/functions.php on line 4339

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/segredoerotico/www/blog/wp-includes/functions.php on line 4339