Skip to main content

O amor próprio mora dentro

Você já reparou como ainda é comum se escandalizar com relacionamentos que “não deram certo”? Hoje convidamos você a refletir sobre o seguinte: onde fica o escândalo de ficar em 2º plano?

Se é necessário amar os outros, é imprescindível amar a si mesmo. É assim que caminhamos para um papo sobre amor próprio, que tem sido tão comentado e ao mesmo tempo nunca esteve tão ausente nas conversas de bar, nas saídas com o crush, no sexo casual com o ‘P’ amigo e, principalmente, do lado de dentro.

Infelizmente, ainda em pleno século XXI, as pessoas usam o método de classificação para categorizar o outro. Isto é, na cabeça pequena e vazia de alguns, existem mulheres que devem ser preservadas e outras, que servem pra dar vazão aos impulsos sexuais. Essa discrepância entre ternura e instintos só serve para distanciar os sexos e relativizar as pessoas, seres humanos únicos e complexos, carregados de experiências, emoções e sentimentos.

Não é difícil perceber que isso torna a necessidade do amor próprio ainda mais urgente. Quem dá o direito ao outro de categorizar, guardar em caixinhas e fazer o que bem (melhor seria, mal) entender? Segura, porque a resposta arde. Você! Isso mesmo, você que lê esse post 🙋

O amor próprio começa com a noção de valor, o olhar no espelho e enxergar uma pessoa sem máscaras. Isso quer dizer que você não precisa fingir que é forte ou corajosa o tempo todo, que acorda ou sai de casa com a pele mais linda, aquela de capa de revista, que não carrega marcas no corpo e na alma. Muito pelo contrário, baby! Aceitar todas as imperfeições é o que a torna perfeita pra você, porque para os outros você nunca será ou precisará ser. Aliás, como estamos falando de amor, quem a ama de verdade sabe muito bem disso e a apoia nessa jornada pelo amor próprio, valorizando quem você é e respeitando todas as suas bagagens. 💖 Nessa vibe de respeito, que tal parar pra refletir sobre o modo como você tem se tratado?

💜 Você permite que outras pessoas coloquem você pra baixo?

💜 Você se compara com as outras pessoas? 

💜 Essa comparação serve de inspiração ou desperta sentimentos de inferioridade?

💜 Seu corpo é seu templo ou é o templo de outras pessoas?

💜 Você permite que outras pessoas desrespeitem seus valores ou seu corpo?

💜 Você se sente bonita a maior parte do tempo?

💜 Quando recebe uma crítica, como você a recebe?

💜 Você sente sua energia no chão depois de se relacionar com alguém?

💜 Suas amizades são amizades do tipo balão ou âncora? 

💜 Seus relacionamentos são saudáveis ou nocivos?

💜 Você valoriza sua trajetória até aqui? 

💜 Como você lida com a vontade ou não de fazer algo?

💜 Você busca a aprovação das pessoas em tudo que faz? 

Essas são só algumas perguntas para ajudá-la nessa jornada incrível pelo amor próprio! Se você leu até aqui, saiba que nosso blog está sempre aberto pra você!  👯

Corre lá na nossa loja e confira nossas novis: www.segredoerotico.com.br 

One thought to “O amor próprio mora dentro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *